Treino de resistência com baixa velocidade de movimento para hipertrofia e força muscular é melhor do que alta velocidade de movimento

Publicado Por Rafael Reinehr em out 2, 2019 | 0 comments


Pelo menos é o que demonstra um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (USP). Doze atletas treinados foram divididos em dois grupos, nos quais um deveria realizar uma Rosca Bíceps com a velocidade de 1 segundo na fase concêntrica, 0 segundos de intervalo entre as fases, 1 segundo de movimento na fase excêntrica e 0 segundos de intervalo entre as fases (Grupo do Movimento Rápido – MR) e o outro grupo deveria fazer a mesma Rosca Bíceps com 1 segundo na fase concêntrica, 0 segundos de intervalo, 4 segundos na fase excêntrica e 0 segundos de intervalo (Grupo do Movimento Lento – ML).

O estudo demonstrou que, após 12 semanas de exercício, realizado 2x por semana, com pelo menos 48 de intervalo entre as sessões (cada sessão consistia de 3 séries de 8 repetições até a exaustão e, se o atleta fizesse menos ou mais que 8 repetições, o peso era ajustado na próxima sessão), o Grupo do Movimento Lento apresentou aumento significativo tanto na Hipertrofia quanto na Força aferidas nos testes comparativos.

O artigo completo pode ser encontrado na referência abaixo:

Pereira, Paulo Eduardo & Motoyama, Yuri & Esteves, Gilmar & Quinelato, William & Botter, Luciano & Tanaka, Kelvin & Azevedo, Paulo. (2016). Resistance training with slow speed of movement is better for hypertrophy and muscle strength gains than fast speed of movement. International Journal of Applied Exercise Physiology. 5. 37-43.

PS1: Ao longo do mês de outubro farei algumas experiências com o SuperSlow, técnica que leva ainda mais ao extremo o tempo de tensão, aumentando também o tempo de movimento na fase concêntrica igualmente. Compartilharei o resultado desta experiência individual em outro artigo relatando as percepções aqui no blog.

PS: Grato ao Prof. Santiago Paes (@santiagotpaes) pela referência acima.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *